Manta de Lã de PET é alternativa verde para isolamento termo acústico

Com a lã de PET, material reciclado e que dá origem a produtos 100% recicláveis, a Trisoft oferece uma alternativa segura e verde para o tratamento térmico e acústico das construções.

“Nossa maior preocupação era aliar o processo produtivo verde, ou seja, sem degradação ambiental, com um produto que fosse seguro para o isolamento termo acústico no setor da construção civil”. A frase é de Maurício Cohab, Diretor da Trisoft, maior fabricante de itens com lã de PET da América Latina. A empresa desenvolveu a Manta de PET, um produto alternativo às tradicionais lãs de rocha e de vidro, que degradam o meio ambiente e ainda trazem riscos à saúde.

A Manta de PET é feita 100% de poliéster, material totalmente reciclável. Além disso, ainda é hipoalergênica, não causa mal algum à saúde do instalador e elimina a utilização de equipamentos de proteção, como macacões de manga longa, luvas, máscaras e não precisa ser ensacada. “Isso significa que criamos um produto ecológico, saudável e que é muito mais durável, suporta a umidade e não deforma, além de deixar a obra mais leve”, enfatiza Maurício.

Veja as vantagens da Manta de PET

  • Possui ótimo custo x benefício, tornando a obra muito mais leve e eficiente;
  • Pode ser embalada à vácuo, garantindo um transporte mais barato;
  • É hipoalergênica, dispensando o uso de luvas e máscaras no seu manuseio;
  • Não sofre deformação ao longo do tempo, mantendo suas propriedades de isolamento permanentemente;
  • Possibilita ficar em contato com a umidade, sem perder suas propriedades.

“É preciso reforçar que, por ser hipoalergênica, a Manta de PET diminui o tempo de aplicação e o custo com EPI´s, deixando a obra mais limpa, mais rápida e mais barata. O instalador trabalha muito mais confortável e sem riscos à saúde, evitando também ações trabalhistas por insalubridade, além de garantir a qualidade de vida dos futuros ocupantes do imóvel”, finaliza Maurício.

Sobre a Trisoft
A Trisoft é a maior fabricante de produtos com fibras de garrafas PET da América Latina. Atuando há mais 55 anos no mercado, com qualidade, seriedade e responsabilidade sócio ambiental, investe em tecnologia para o desenvolvimento de produtos, transformando a despoluição do planeta em matérias primas para fazer produtos que melhoram a vida das pessoas.
www.trisoft.com.br

Restaurar mobilia e dar vida nova aos ambientes sem gastar muito

Valorizar o que já se tem em casa é ótima forma de renovar a decoração de sua casa, sem gastar muito. É a dica da arquiteta Tayna Gonçalves que tem mais de 10 anos de mercado em projetos de interiores e sugere a restauração de móveis como uma alternativa barata, para dar vida nova aos ambientes de sua casa ou apartamento.

A profissional explica que é possível dar aquela repaginada na decoração, mudando cores e revestimentos de alguns itens da mobília como sofás e cadeiras, e com isso, atualizar a tendências do momento ou simplesmente manter a identidade visual do ambiente, dando apenas uma revitalizada nos itens que o compõe.

Tayna diz ainda que a restauração de móveis é também uma boa oportunidade para reparar defeitos em algumas peças que surgem com o tempo. “Pernas e encostos de madeira dessas mobílias precisam, com o tempo, ser tratadas, ou seja, lixadas e impermeabilizadas com verniz”, diz a arquiteta.

A profissional lembra que, antes de mandar o móvel para ser restaurado, é bom sempre fazer uma avaliação de suas condições estruturais. “Se estiver muito quebrado, ou com traças por exemplo já não vale tanto a pena o reuso”, diz. A arquiteta afirma que quase tudo pode ser renovado em casa, de estofados, passando por armários e até eletrodomésticos maiores como geladeiras.

Em um de seus mais recentes projetos, em um apartamento no Setor Bueno em Goiânia, a arquiteta demonstra bem como a restauração de móveis pode fazer a diferença na decoração, e o que melhor, sem se gastar muito.O sofá da residência estava com uma cor desbotada e já desgastado com o uso, por isso a arquiteta optou em manter a estrutura original do móvel, mudando apenas o revestimento que ganhou um veludo preto. A mesa de jantar num estilo clássico, também ganhou cara nova, ao passar por uma pintura e por um processo de pátina branca. “Também trocamos os tecidos das cadeiras, dando mais cor à peça. Só com a renovação do sofá, da mesa e das cadeiras foi possível uma economia de mais de 80%, se a moradora fosse comprar móveis novos”, diz Tayna.

Para a arquiteta, além do benefício econômico, a reforma de móveis é uma forma consciente de se decorar, uma vez que você deixa de descartar algo que ainda está em condições de uso. “O desperdício é algo que nós arquitetos não defendemos. Então ter um olhar clínico e crítico no sentido de aproveitar esses móveis é algo muito bacana a se fazer”, argumenta.

Em outro projeto, ela além de mudar o estofado e tecido do sofá, Tainá também mudou o modelo, a estrutura de madeira do móvel. “Neste caso tínhamos um tom bege e mudamos para algo mais ousado uma cor vinho. O modelo também se adaptou melhor a nova proposta de decoração do ambiente. Neste caso a economia foi ainda maior, de quase 90% do que se gastaria com um novo sofá do mesmo modelo”, explica.

Escolha do profissional

Outra dica importante dada pela arquiteta Tayná é sobre a escolha do profissional que irá fazer esse trabalho de restauração de móveis. Segundo ela, é necessário, antes de mais nada, encontrar o profissional certo para o trabalho que será feito, pois dependendo da peça que será restaurada e o que será feito nela você pode precisar dos serviços de alguém que trabalhe com estofados, ou tapeçaria, pintura de móveis ou restauro de madeira.

Depois de saber o que precisará ser feito no móvel, busque referências e informações com quem já solicitou o serviço, e se receber a indicação de algum prestador de serviço, saiba qual a experiência dele, veja como ficou um móvel que ele restaurou, negocie antes o valor, a forma de pagamento e o prazo de entrega. “Uma outra dica é procurar um profissional da área de decoração, pois em geral eles já têm os prestadores de serviço de nossa confiança”, afirma a arquiteta.

Outra orientação de Tayná Gonçalves é não fazer essa restauração dos móveis aos poucos, segundo ela, dessa forma acaba saindo mais caro. “Ao fazer o serviço todo de uma vez, se consegue um bom desconto com o prestador de serviço, além de já deixar a casa pronta e renovada de uma vez só”, aconselha.

Portal Nacional de Seguros – Segs.com.br

5 dicas para planejar a reforma da casa

Reforma da casaAfinal, não dá para começar a quebrar as paredes na reforma da casa sem ter a certeza de como ficará. Antes de renovar um ambiente, seja ele qual for, é interessante buscar inspiração em projetos modernos e arrojados para ter uma ideia melhor do que se procura como resultado final.

Se você tem em mente dar aquela repaginada em sua casa, selecionamos cinco ótimas dicas para fazer um planejamento prático e eficiente para a sua reforma. Confira. Continue reading ‘5 dicas para planejar a reforma da casa’ »