Segurança residencial: como previr ataques a sua casa

Mesmo se tratando de um item de extrema importância, muitas vezes, a segurança residencial, e até mesmo a comercial, é totalmente negligenciada. Por excesso de otimismo, acreditamos que o pior nunca irá acontecer com a gente. O fato é que não podemos deixar de nos prevenir, já que os números de assaltos têm se tornado cada vez mais alarmantes.

Para se ter uma ideia, no ano passado só no Distrito Federal, o número de assaltos a residências cresceu 17,5% entre janeiro e dezembro, o que significa que, apenas na capital federal, 684 pessoas tiveram seus domicílios invadidos. Já em São Paulo, ao menos onze casas são invadidas por criminosos diariamente.

Na maioria desses casos, o meliante se aproveita de locais mais vulneráveis, com fácil acesso e pouca proteção, preferindo agir em horários noturnos ou quando não tem ninguém por perto.

Medidas de Segurança

Contudo, com a adoção de medidas simples pode-se minimizar ou até zerar essas ocorrências. Dentre as soluções de segurança disponíveis, o sistema de alarme se consolidou como uma das mais importantes. Isso porque, logo quando ocorre a intrusão no local protegido o mesmo é automaticamente acionado.

Se sua instalação incluir um plano mais elaborado, levando em consideração as condições físicas e o valor do que será protegido, seus resultados podem ser ainda mais eficientes.

No caso de uma residência de alto padrão e com grandes valores em dinheiro ou jóias, por exemplo, a instalação de um sistema com diversos tipos de sensores integrados a equipamentos que impeçam a visualização do objeto, como o gerador de névoa, irá desnortear e impedir a ação do assaltante.

O ideal é que o sistema de alarme inclua vários níveis de proteção pois­, dessa forma, será impossível invadir o local sem fazer com que o mesmo dispare.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é sua comunicação com a central remota de monitoramento 24 horas. Atualmente, as três tecnologias de comunicação mais recomendadas são transmissão por linha fixa, GPRS e Ethernet, que são ainda mais difíceis de serem sabotadas.

Câmeras de Segurança

Outra maneira bem eficiente de prevenir a invasão em residências e comércios é integrando câmeras de segurança com visão noturna por infravermelho ao sistema de alarme. Por viabilizar uma imediata conferência do local, essa ferramenta agiliza o processo de confirmação dos eventos pela central remota de monitoramento, fazendo com que os profissionais responsáveis possam acionar as autoridades e a viatura de averiguação mais rapidamente.

Ao aliar o sistema de alarme com o circuito fechado de câmeras, você estará prevenindo e remediando ao mesmo tempo. Pois, se mesmo depois do alarme ser acionado o meliante continuar agindo, ainda será possível usar as gravações para auxiliar as autoridades a identificarem os autores do crime.

Contudo, vale lembrar que cada residência, estabelecimento comercial e condomínio tem necessidades de segurança diferentes e específicas. Portanto, para investir na solução mais apropriada ao seu caso é imprescindível contratar uma empresa de confiança e especializada no segmento, que faça uma análise consultiva do local a ser protegido. Só assim você poderá ter acesso a um projeto baseado nas suas vulnerabilidades e que garanta sua real segurança.

 

Sobre o Autor
Perseu Iuata Costa é sócio fundador da Japan Security, empresa com quase 20 anos de atuação no setor de segurança patrimonial.

Sobre a Japan Security
A Japan Security, empresa com 20 anos de atuação no mercado de segurança patrimonial, tem como missão desenvolver soluções inteligentes utilizando tecnologia de ponta nas áreas de monitoramento e segurança de residências, empresas e cidades. www.japansecurity.com.br

Organização doméstica começa com a limpeza

Não existe organização doméstica sem limpeza.As moradias estão cada vez menores, mas a quantidade de coisas que acumulamos, cresce sem parar. A conta não fecha! Resultado: basta um descuido para que a bagunça se instale nas nossas casas. O problema tomou tal proporção que especialistas em organização doméstica viraram celebridades, como é o caso da japonesa Marie Kondo, autora do best-seller A Mágica da Arrumação, no topo da lista de livros de autoajuda do The New York Times.

Quem já entrou nessa onda sabe não existe organização sem limpeza. Para facilitar a faxina, a ordem é separar os produtos em diferentes cestos: em um coloque o material para cozinha; em outro, os específicos para banheiro, e assim por diante. Agindo assim, você ganha tempo e previne contaminações. Um dos erros mais comuns é limpar ambientes diferentes com as mesmas esponjas – o que distribui as bactérias mais comuns no banheiro e na cozinha por toda a casa.

“Outra dica para otimizar a limpeza é adquirir produtos específicos para diferentes superfícies”, diz Tiago Kotovicz, Coordenador de Produtos do segmento de limpeza da Condor, empresa que se diferencia por garantir excelência com preço competitivo. Ele destaca quatro esponjas da marca:

  • Esponja Multiuso – produzida com espuma e manta abrasiva de alta qualidade, que garantem um poder de limpeza superior. Excelente poder de absorção: retém mais detergente, proporcionando um melhor resultado durante o uso. Ideal para lavar louças, panelas, tigelas, fogões, pias, cubas, entre outros. Preço médio: R$ 1,49
  • Esponja Delicada – desenvolvida para lavar louças e objetos delicados, como louças finas, panelas antiaderentes e cubas de inox, entre outras. Também é produzida com espuma e manta abrasiva de alta qualidade e oferece grande absorção de detergente. Preço médio: R$ 1,69
  • Esponja Topa Tudo – feita com fibra sintética e material abrasivo ideal para limpeza muito pesada (grelhas, espetos e panelas de ferro, por exmplo). Pode ser utilizada de ambos os lados e não enferruja; por isso, tem excelente durabilidade. Preço médio: R$ 3,49
  • Esponja Proteção para as Unhas – em formato anatômico, facilita o manuseio e protege as unhas durante a limpeza. Também é feita com espuma e manta abrasiva de alta qualidade e tem alto poder de absorção. Preço médio: R$ 1,99

Limpeza, Higiene Bucal e Beleza são os três segmentos de negócios da Condor. A empresa fundada, em 1929, pelo imigrante alemão Augusto Emílio Klimmek, em São Bento do Sul, interior de Santa Catarina, lidera o mercado de escovas dentais infantis e escovas para cabelos. E segue firme no posicionamento de conquistar a liderança no setor de produtos “não químicos” no varejo de limpeza. Seus 1.500 funcionários se revezam em turnos na produção de vassouras, esfregões, rodos, baldes, pás, escovas dentais e para cabelos, esponjas e muitas linhas de utilidades para o lar. Os produtos com a marca Condor são desenvolvidos para proporcionar bem-estar e saúde para toda família.

Câmeras de vigilância x privacidade: a eterna discussão

Com gravação em todos os lugares, vem a pergunta. Até onde isso se torna invasão de privacidade?Nestes dias, uma reportagem me chamou atenção. A China vai garantir que todas as áreas públicas fundamentais do país sejam cobertas com câmeras de vigilância de vídeo até 2020 para combater o crime e garantir a estabilidade social. Esta é uma iniciativa que vem combater os distúrbios vividos no país.

A China já adotou uma série de medidas para evitar ataques de extremistas, incluindo planos para uma lei antiterrorismo que daria ao governo poderes mais amplos de vigilância. Também existe a discussão no país de fiscalizar locais como estradas, que serão totalmente cobertas por câmeras, e as informações coletadas serão compartilhadas com as autoridades

Com gravação em todos os lugares, vem a pergunta. Até onde isso se torna invasão de privacidade? É uma linha tênue, mas dá sim para convivermos sob olhares das câmeras e ainda assim mantermos nossa privacidade.

No Brasil, a Segurança Pública é um dos assuntos que mais preocupam os brasileiros, haja vista termos índices de assassinatos comparáveis a países em guerra. Especialistas de diversas áreas apontam como principais causas para a difícil situação que vivemos, as mais diversas razões para o aumento da criminalidade, dentre elas, a falta de investimento em educação, a estrutura judiciária brasileira, entre outros.

É fato que a vigilância com câmeras de vídeo é um dos meios mais eficientes para prevenção e controle da segurança patrimonial e pessoal, posto que possibilita ver e gravar imagens de locais vulneráveis ou de risco. Diariamente, observamos notícias e reportagens relacionados a efetividade das câmeras quando o assunto é segurança. Hoje, investir em câmeras deixou de ser um luxo e se tornou quase que uma necessidade. Seja para impedir um criminoso ou para denunciar um corrupto, não importa, as câmeras já fazem parte do nosso dia a dia.

Somos filmados em toda a parte. Em elevadores, portarias de prédios, bancos, ruas, supermercados, tal como se vivêssemos num imenso reality show. Isso muitas vezes se torna incomodo. Ainda assim, observo que as pessoas parecem dispostas a perder sua privacidade em nome da segurança.

O direito à intimidade e à vida privada é considerado no Direito Civil brasileiro. Isso não vai mudar. Basta que usemos essa ferramenta de segurança a nosso favor, divulgando aquilo que é interessante e não vá expor a privacidade e integridade da população. Responsabilidade é a palavra. Os brasileiros têm se mostrado favoráveis à instalação de câmeras de vigilância, pois entendem que elas ajudam a combater a violência. Hoje, somos informados quanto a existência de câmeras nos locais, na maioria das vezes com a placa “sorria, você está sendo filmado”, mas no futuro acho que será tão usual e comum que seremos avisados quando não houver câmeras no estabelecimento. Algo do tipo: “cuidado, aqui você não está sendo filmado”.

Alexandre Avanzi é administrador de empresas e diretor na Átimo Solutions.
www.atimosolutions.com.br