Segurança residencial: como previr ataques a sua casa

Mesmo se tratando de um item de extrema importância, muitas vezes, a segurança residencial, e até mesmo a comercial, é totalmente negligenciada. Por excesso de otimismo, acreditamos que o pior nunca irá acontecer com a gente. O fato é que não podemos deixar de nos prevenir, já que os números de assaltos têm se tornado cada vez mais alarmantes.

Para se ter uma ideia, no ano passado só no Distrito Federal, o número de assaltos a residências cresceu 17,5% entre janeiro e dezembro, o que significa que, apenas na capital federal, 684 pessoas tiveram seus domicílios invadidos. Já em São Paulo, ao menos onze casas são invadidas por criminosos diariamente.

Na maioria desses casos, o meliante se aproveita de locais mais vulneráveis, com fácil acesso e pouca proteção, preferindo agir em horários noturnos ou quando não tem ninguém por perto.

Medidas de Segurança

Contudo, com a adoção de medidas simples pode-se minimizar ou até zerar essas ocorrências. Dentre as soluções de segurança disponíveis, o sistema de alarme se consolidou como uma das mais importantes. Isso porque, logo quando ocorre a intrusão no local protegido o mesmo é automaticamente acionado.

Se sua instalação incluir um plano mais elaborado, levando em consideração as condições físicas e o valor do que será protegido, seus resultados podem ser ainda mais eficientes.

No caso de uma residência de alto padrão e com grandes valores em dinheiro ou jóias, por exemplo, a instalação de um sistema com diversos tipos de sensores integrados a equipamentos que impeçam a visualização do objeto, como o gerador de névoa, irá desnortear e impedir a ação do assaltante.

O ideal é que o sistema de alarme inclua vários níveis de proteção pois­, dessa forma, será impossível invadir o local sem fazer com que o mesmo dispare.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é sua comunicação com a central remota de monitoramento 24 horas. Atualmente, as três tecnologias de comunicação mais recomendadas são transmissão por linha fixa, GPRS e Ethernet, que são ainda mais difíceis de serem sabotadas.

Câmeras de Segurança

Outra maneira bem eficiente de prevenir a invasão em residências e comércios é integrando câmeras de segurança com visão noturna por infravermelho ao sistema de alarme. Por viabilizar uma imediata conferência do local, essa ferramenta agiliza o processo de confirmação dos eventos pela central remota de monitoramento, fazendo com que os profissionais responsáveis possam acionar as autoridades e a viatura de averiguação mais rapidamente.

Ao aliar o sistema de alarme com o circuito fechado de câmeras, você estará prevenindo e remediando ao mesmo tempo. Pois, se mesmo depois do alarme ser acionado o meliante continuar agindo, ainda será possível usar as gravações para auxiliar as autoridades a identificarem os autores do crime.

Contudo, vale lembrar que cada residência, estabelecimento comercial e condomínio tem necessidades de segurança diferentes e específicas. Portanto, para investir na solução mais apropriada ao seu caso é imprescindível contratar uma empresa de confiança e especializada no segmento, que faça uma análise consultiva do local a ser protegido. Só assim você poderá ter acesso a um projeto baseado nas suas vulnerabilidades e que garanta sua real segurança.

 

Sobre o Autor
Perseu Iuata Costa é sócio fundador da Japan Security, empresa com quase 20 anos de atuação no setor de segurança patrimonial.

Sobre a Japan Security
A Japan Security, empresa com 20 anos de atuação no mercado de segurança patrimonial, tem como missão desenvolver soluções inteligentes utilizando tecnologia de ponta nas áreas de monitoramento e segurança de residências, empresas e cidades. www.japansecurity.com.br

Lareiras são ótima opção para o aconchego do lar no frio

Lareiras, ótima opção para o aconchego do larO frio faz definitivamente a gente querer ficar mais em casa, curtindo o aconchego do lar com a família, a dois, ou mesmo sozinho com a companhia de um bom livro e as lareiras criam este clima charmoso que nos remete a esta sensação de bem-estar. Hoje no mercado existem lareiras que atendem todas as necessidades dos ambientes, sendo ecológicas, a lenha, a gás ou elétricas, vai depender do espaço disponível, como também da composição da decoração do espaço.
Para a arquiteta Evelin Sayar o mais importante na hora de colocar uma lareira em um projeto, é incorporá-la ao ambiente dando o seu merecido destaque. “No mercado existem diversos modelos e tamanhos, justamente para que a adequação a planta seja perfeita”.
As lareiras ecológicas, por exemplo, podem ser utilizadas tanto em ambientes internos como externos e como não emanam fumaça, não há necessidade de chaminé. Lembrando que deve haver ventilação suficiente para propiciar a renovação do ar. Os modelos a lenha são indicados para lugares amplos e com chaminés. Lareiras elétricas são apropriadas para locais fechados e combinam com uma decoração mais moderna. Elas não precisam de dutos condutores de fumaça. Por fim, as a gás podem ser muito modernas também, adequando-se a diversos tamanhos dos ambientes. Para se ter esse modelo é preciso de condutores de ventilação.
Por isso nas estações mais frias, a lareira surge como a estrela do aconchego do lar. Seja ela tradicional ou moderna, para quarto, salas ou escritórios, acompanhado ou a sós, além de decorar e ser funcional, ela tem o poder de dar aquela gostosa sensação de aquecer o corpo e a alma, tornando o ambiente mais aconchegante.
Evelin Sayar Arquitetura Interiores
Rua Maria Úrsula, 135 – Santo André – SP
Tel. 11 4991-6493
www.evelinsayar.com.br